Asus Mining P106

A Asus Anunciou Uma Placa De Vídeo Para Minas Criptomoedas

A Asus Anunciou Uma Placa De Vídeo Para Minas Criptomoedas

A Asus anunciou uma palca de vídeo para minas criptomoedas obtidos na notícia, muitas pessoas já estão usando um computador com um poderoso Gpu apenas para minerar o bitcoin. Eis que, a indústria decidiu explorar este nicho: Asus lança a placa de vídeo desenvolvido principalmente para a mineração.

Esta versão é facilitada porque, aparentemente, AMD e Nvidia estão de olho nesse mercado, embora ambos não se confirmar. Isso mostra que, sim, outros fabricantes também podem lançar uma placa de vídeo com o mesmo destino — Safir também anunciou um produto similar recentemente.

No caso da Asus, das duas placas. Um deles é o de Mineração, o RX 470, que vem com GPU AMD. Este dispositivo tem 2048 stream processors e relógio, 926 MHz (1.2 GHz no boost), juntamente com 4 GB de memória GDDR5 interface de 256 bits e uma frequência de 7 GHz.

A segunda carta é a Mineração P106, com a tecnologia da Nvidia (quase GeForce GTX 1060). Esta é a especificação: 1,280 núcleos CUDA, com clock de 1,5 GHz (1.7 GHz no boost), 6 GB de memória GDDR5, uma interface de 192 bits e a frequência da memória é de 8 GHz.

De acordo com a Asus, as duas placas, que foi desenvolvido para trabalhar continuamente por longos períodos de tempo. Para fazer isso, ambos têm, por exemplo, com alguns coolers são projetados com um mecanismo para reduzir o atrito e rolamentos de dupla-bola, que, como tal, tem uma durabilidade de até duas vezes maior do que o tradicional de refrigeração.

A Asus Anunciou Uma Placa De Vídeo Para Minas Criptomoedas

A Asus Anunciou Uma Placa De Vídeo Para Minas Criptomoedas

Asus Mineração RX 470

A segunda versão também vem com uma certificação IP5X, que garantem que o líquido de refrigeração tem mais resistência a poeira, mesmo em condições de uso contínuo.

Outro destaque fornecidos pela Asus é a compatibilidade das duas placas com GPU Tweak II, software que permite que o usuário faça ajustes rápidos em parâmetros como freqüência e tensão.

Em comparação com a placa de vídeo que não é desenvolvido com foco em mineração criptomoeda, Mineração P106 pode obter o desempenho de até 36% a mais do que na geração de mega hash, nas palavras da Asus. Mesmo assim, a questão é se este tipo de produto como este vale a pena, principalmente considerando-se que a mina de bitcoin (moeda digital) não é tão simples como isso.

A Asus anunciou uma placa de vídeo para minas criptomoedas

Não como RX 470, Mineração P106 não tem nenhuma ligação para o vídeo

Talvez — apenas talvez — o duas cartas podem ser a pena para aqueles que já o fazem de mineração e estão procurando maneiras de reduzir o custo. O preço não foi divulgado, mas, teoricamente, o aparelho vai custar menos do que a placa de vídeo convencional.

Investimento em mineração RX 470 como a Mineração P106 deverá chegar ao mercado em julho. Ainda não há informações sobre a disponibilidade no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *